Carregando, aguarde...

Metra
(11) 4390 3800
atendimento@metra.com.br
  • Notícia
  • >
  • Tribunal de Justiça autoriza reajuste de tarifa
Tribunal de Justiça autoriza reajuste de tarifa
4 de fevereiro de 2017

Tribunal de Justiça autoriza reajuste de tarifa

As novas passagens dos ônibus operados pela Metra no Corredor ABD serão de R$ 4,30, a partir desta semana.  A decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo vale para outras linhas intermunicipais.

O reajuste de 6,10% foi autorizado na sexta-feira (3) pelo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti.

A nova tarifa valerá para todas as linhas operadas pela Metra no Corredor ABD, tanto no trecho Jabaquara-São Mateus quanto na extensão Diadema-São Paulo.

A sentença derrubou liminar que impedia o reajuste das tarifas dos ônibus intermunicipais nas linhas operadas pela EMTU em cinco regiões metropolitanas do Estado.

O reajuste ainda não vale para os ônibus operados pela SPTrans em São Paulo, nem para o metrô e os trens da CPTM. Nestes, a passagem segue sendo R$ 3,80.

O juiz Paulo Dimas Mascaretti acatou o argumento da Procuradoria Geral do Estado de que o reajuste era necessário para manter a operação do sistema em equilíbrio.

No despacho divulgado no dia 3 de fevereiro, o juiz reconheceu que o reajuste proposto pelo governo do Estado e a EMTU estava fixados em contratos e não excedeu a inflação.

Disse ainda que a continuidade da tarifa anterior poderia ocasionar “grave lesão à ordem pública, por gerar desequilíbrio econômico-financeiro em diversos contratos firmados pelo Poder Público com concessionárias e permissionários do serviço público de transporte intermunicipal”.

Outras linhas

Haverá reajustes entre 6,10% e 7,18% nas cinco regiões atendidas por consórcios da EMTU. Confira:

Cidades atendidas pela Metra (Corredor ABD)  e outras no ABC: reajuste de 6,10%. Inclui: São Caetano, Diadema, São Bernardo, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santo André.

Cidades atendidas pelo Consórcio Anhanguera: reajuste de 6,58%. Inclui: Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha.

Cidades atendidas pelo Consórcio Unileste: reajuste de 6,64%. Inclui: Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba-Mirim, Salesópolis e Suzano.

Cidades atendidas pelo Consórcio Intervias: reajuste de 6,65%. Inclui: Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu das Artes, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia.

Cidades atendidas pelo Consórcio Internorte: reajuste de 7,18%. Inclui: Guarulhos, Arujá, Santa Isabel e Mairiporã.

Comente!